11 de maio de 2008

Forrest Gump

Forrest Gump, O Contador de Histórias

Forrest Gump é um homem muito especial, mas é considerado estúpido por todos que o conhecem, ele é na verdade apenas uma pessoa ingênua que vê o mundo por uma perspectiva diferente. Forrest Gump acidentalmente participa de alguns dos momentos mais importantes da história recente dos Estados Unidos - Guerra do Vietnã, Caso Watergate, entre outros - enquanto tenta ir atrás do grande amor de sua vida. Sua história é contada com drama e bom humor em iguais proporções, surpreendendo o espectador a cada cena.
"Corra, Forrest, corra!"
"Posso não ser inteligente; mas sei o que é amar..."
"Mamãe sempre dizia que a vida é como uma caixa de bombons, você nunca sabe o que vai encontrar".
"Você pode não acreditar, mas posso correr como o vento!"
"Idiotas são os que fazem idiotices"
.
Quarenta anos da história dos Estados Unidos, vistos pelos olhos de rapaz com QI abaixo da média, Forrest Gump (Tom Hanks, em interpretação que ganhou o Oscar merecidamente) é um protagonista pouco comum. Ele é o centro gravitacional do filme; todas as cenas giram em torno da reação dele aos acontecimentos à sua volta. Gump tem QI de 75 – ou seja, é tecnicamente retardado – e filtra o mundo com olhos de criança. Para Forrest Gump, o mundo é de uma simplicidade desconcertante. Ele não vê a complexidade do que significa ser humano. Sua alma é pura, e ele basicamente age de acordo com os impulsos físicos e emocionais mais básicos. O homem é pura emoção. Sua pureza é contagiante e provoca um choque tão grande na platéia que é impossível deixar de admirá-lo.
O truque de Robert Zemeckis é mostrar o mundo feio e sujo em que habitam os amigos, colegas e parentes de Forrest Gump do ponto de vista dele. Sempre que há tristeza, dor e agonia, lá está Forrest Gump. Dessa forma, o espectador está sempre colocado no mesmo ponto de vista dos personagens que contracenam com Forrest Gump. Eles são uma galeria interessante. Há Jenny (Robin Wright Penn), amiga de infância e paixão platônica do herói, que sempre faz a coisa errada e se afunda cada vez mais em problemas. Há o tenente Dan (Gary Sinise), oficial do Exército que vive sob o peso de ter uma família de heróis de guerra. Há a mãe superprotetora (Sally Field). São personagens adoráveis.
Zemeckis soube filmar o ótimo roteiro de Eric Roth com uma leveza insuspeita, transformando um minucioso estudo da história norte-americana recente (entre as décadas de 1950 e 1980) em uma história leve, agradável e engraçada. O grande trunfo de Robert Zemeckis foi a possibilidade de uso de uma tecnologia então inédita, que permitiu inserir digitalmente a imagem de Tom Hanks dentro de filmes antigos, de forma que Forrest Gump aparece contracenando com personalidades reais, como John Kennedy e John Lennon, e tomando parte de eventos históricos reais.
Algumas gags inspiradas nessa técnica são incomparáveis. Em uma delas, o pequeno Forrest Gump, que usa muletas para caminhar devido a um defeito nas pernas, começa a dançar de forma estranha e acaba influenciando um jovem violonista do Mississipi a balançar seus quadris – e a se tornar alguém chamado Elvis Presley. Em outro momento engraçado, uma entrevista de Forrest Gump na TV sobre uma visita à China inspira John Lennon a compor o hino “Imagine”.
É um excelente exemplo de como a tecnologia digital pode ser utilizada a favor do filme, uma mera ferramenta do ato de contar uma história de forma visual, sem conspurcar a verdadeira peça de excelência de um filme, que é o roteiro. Filmes, afinal de conta, não deixam de ser, fundamentalmente, boas histórias. E isso, inegavelmente, “Forrest Gump” é. Uma história de fé no ser humano. E um grande exemplo de direção cinematográfica discreta e eficiente.
O filme ganhou 6 Oscars: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator (Tom Hanks), Melhor Roteiro Adaptado, Melhores Efeitos Especiais e Melhor Montagem.
Além disto, foi indicado em outras 7 categorias: Melhor Ator Coadjuvante (Gary Sinise), Melhor Fotografia, Melhores Efeitos Sonoros, Melhor Trilha Sonora, Melhor Maquiagem, Melhor Direção de Arte e Melhor Som.
Com apenas 5 anos de idade e uma ponta já no final do filme aparece Haley Joel Osment, que, 6 anos depois, seria indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, por sua atuação em O Sexto Sentido.
O filme estreou no Brasil em agosto de 1994 e permaneceu em cartaz até meados de abril do ano seguinte.

Forrest Gump
- 1994 -
Forrest Gump, O Contador de Histórias

Cd 01

01. Jefferson Airplane - Volunteers
02. Youngbloods - Let's get together
03. Scott McKenzie - San Francisco
04. Byrds - Turn, turn, turn (To everything there is a season)
05. Fifth Dimension - Medley (Aquarius - Let the sunshine in)
06. Harry Nilsson - Everybody's talkin'
07. Three Dog Night - Joy the world
08. Supremes - Stoned love
09. BJ Thomas - Raindrops keep falling on my head
10. Randy Newman - Mr President (Have a pity on the workin
11. Lynyrd Skynyrd - Sweet home Alabama
12. Doobie Brothers - It's keeps you runnin'
13. Gladys Knight & The Pips - I've got to use my imagination
14. Willie Nelson - On the road again
15. Bob Seger & The Silver Bullet Band - Against the wind
16. Alan Silvestri - Forrest Gump Suite


Cd 02

01. Elvis Presley - Hound dog
02. Duane Eddy - Rebel rouser
03. Clarence 'Frogman' Henry - (I don't know why) But I do
04. Rooftop Singers - Walk right in
05. Wilson Pickett - Land of 1000 dances
06. Joan Baez - Blowin' in the wind
07. Creedence Clearwater Revival - Fortunate son
08. Four Tops - I can't help myself (Sugar pie honey bunch)
09. Aretha Franklin - Respect
10. Bob Dylan - Rainy day women #12 & 35
11. Beach Boys - Sloop John B
12. The Mamas & The Papas - California dreamin'
13. Buffalo Springfield - For what it's worth
14. Jackie DeShannon - What the world needs now is love
15. Doors - Break on throught (To the other side)
16. Simon & Garfunkel - Mrs Robinson

Forrest Gump
- 1994 -
Forrest Gump, O Contador de Histórias
Alan Silvestri - Score

01. I'm Forrest, Forrest Gump
02. Alan Silvestri - You're no different
03. You can't sit here
04. Run, Forrest, run
05. Pray with me
06. The crimson Forrest
07. They're sending me to Vietnan
08. I ran and ran
09. I had a destiny
10. Washington reunion
11. Jesus on the main line
12. That's my boat
13. I never thanked you
14. Jeny returns
15. The crusade
16. Forrest meets Forrest
17. The wedding guest
18. Where heavens ends
19. Jenys grave
20. I'll be right here
21. Suite from Forrest Gump

Informações e Links por email - Aqui

Information and links via email -
Here





Nenhum comentário: